sexta-feira, 12 de junho de 2009

"Se não for montanha, me transfor-mar..."



Imaginar uma paisagem,
e voar pra lá,
sem sair do lugar...

Juntar um ou dois
e fazer festa,
mesmo sem nada
pra comemorar...

Chegar pra um amigo
que não se vê a tempos,
e o amor ser igual.
Brotar natural...

Viajante errante.
Na mente, contente,
Várias histórias
e um monte de gente.
(Silvana Gonçalves)

Um comentário:

  1. Esse poema é bem a cara da tchurminha!
    Lembro-me da vez em que vc me disse que bebida, dominó e etc é só um pretexto pra reunir os amigos. Bem legal esse pensamento, vou levar para o resto da vida.

    Éééé... silvaninha é cultura tb viu?

    ResponderExcluir